[ editar artigo]

Por que ter um planejador financeiro pessoal

Por que ter um planejador financeiro pessoal

Muitas pessoas no Brasil ainda não conhecem a função e atividade do Planejador Financeiro Pessoal e quando é explicado como funciona o trabalho, muitos ainda ficam desconfiados. Mas afinal qual é o real beneficio de um planejador financeiro?

O planejador financeiro é um profissional capacitado e instruído para ajudar as pessoas a obterem melhor qualidade de vida a partir de seus próprios recursos financeiros. No entanto por ser algo relativamente novo no Brasil, existem alguns paradigmas, nos quais gostaria de explica-los:

– Esse trabalho é apenas para quem tem muito dinheiro.

O trabalho de planejador financeiro começou através dos Family Officers, que são empresas contratadas para gerir grandes fortunas auxiliando em questões jurídicas, fiscais e investimentos, criando assim esse estigma. Mas com o passar dos anos percebeu-se que o planejamento deveria ir muito mais além e suprir uma necessidade básica de educação financeira. Outras camadas sociais necessitavam se organizar e planejar financeiramente, equilibrar suas receitas, despesas e sua qualidade de vida, mas ainda era inacessível. Há algumas décadas atrás nos EUA e há alguns anos no Brasil isso começou a mudar, assim como em vários outros serviços (médicos, planos de saúde, personal trainer, psicólogos, entre outros), que começaram atingindo as classes mais ricas até chegaram a classe média. Isso se deve ao próprio consumidor classe média que se “auto menospreza” não sendo capazes de investir em serviços que antes consideravam para “ricos”. E da mesma forma em que muito da classe média, possuem hoje personal trainer, médicos particulares, serviços de beleza, alguns já estão se preocupando com seus recursos e projetos de vida, contratando planejadores financeiros.

– Não tenho dinheiro para pagar este profissional. Já tenho despesas demais.

Podemos afirmar que o custo de ter um planejador financeiro é o custo de adquirir educação financeira. Esse custo é, com certeza, menor do que o custo de não se ter educação financeira. Desde pequenos, nossos pais pagam (caro) para nos dar educação acadêmica, depois pagam (mais caro ainda) para nos dar uma boa educação profissional. Já a educação financeira, pagamos por não ter. E o preço de não ter, mesmo ganhando bons salários, se mal gasto, não nos vai trazer a qualidade de vida que desejamos.

Nosso objetivo é fazer com que a contratação de um planejador financeiro pessoal possa ser acessível às famílias brasileiras, a um custo muito menor do que o preço (e as consequências) de não ter educação financeira. Assim, os benefícios superam (e muito) o custo, geralmente estabelecido em consenso entre a família e o profissional envolvido.

Muitas pessoas questionam o preço e a real necessidade, mas já paramos para pensar o que realmente é valor? O que nos gastamos todos os meses é mesmo necessário? E o que sobra todos os meses, sabemos para onde vai? Isso tem preço?

O trabalho do planejamento financeiro consiste também em identificar e analisar estes pesos para cada gasto e receita que temos. Enfim uma questão envolve a outra, seria como se você fosse ao médico apenas quando sentisse dor, o que pode já ser tarde demais. Precisamos manter certas rotinas para preservar a saúde e de tempos em tempo fazer um check-up. Com um planejador financeiro é a mesma coisa, realizar certas rotinas que visam o melhor uso do dinheiro e periodicamente realizar alguns reajustes. No entanto ninguém diz que o médico foi um dinheiro mal gasto. Assim como não vi ninguém dizer que o planejamento financeiro foi um dinheiro mal gasto.

– Mas eu já gasto menos do que ganho e não faço loucuras com o meu dinheiro, não preciso de um planejador financeiro.

Já é um bom inicio não ter dívidas e gastar menos do que ganha, mas será que você sabe otimizar o uso do seu dinheiro? Existem diversos objetivos alcançados e diversos perfis de clientes para o planejamento financeiro. Não precisa estar endividado para pedir ajuda, nem estar muito rico para achar que pode “gastar” com certos “luxos” (como um planejador financeiro), mas muitas vezes precisamos de um especialista para nos ajudar a tomar as melhores decisões, para analisar e identificar problemas que não conseguimos ver e até para quebrar certos paradigmas sobre despesas, receitas e investimentos. Conhecemos muitos aspectos que devemos saber para ter uma boa saúde: fazer exercícios físicos, boa alimentação, ter boas noites de sono entre vários outros, no entanto não nos exime a responsabilidade de ir ao médico fazer exames periódicos, consultar um nutricionista, entre outros.

– Mas o que o planejador vai fazer? Dizer para gastar menos e investir em ações?

A função do planejador financeiro não é regular o cliente, dizendo o que você tem que cortar de custos, despesas e onde você vai investir. Essa decisão é você mesmo que irá fazer. O planejador lhe dará todos os subsídios e estrutura para que você tome esta decisão. Nosso trabalho é muito mais de aconselhamento do que de julgamento, mesmo por que cada um sabe o que é bom para você. Nós apenas ajudamos a organizar e enxergar bem cada ítem, cada projeto, cada parte do seu plano de vida, para então você mesmo determinar o que é fundamental, o que é descartável e o que pode ou não ser modificado.

Servimos também como um balizador em tomadas de decisão. Dentre os diversos sonhos, planos e desejos de comprar, conhecer, adquirir e usar tem que analisar as implicações positivas e negativas para o nosso plano de vida. Sem que isso se torne uma constante disciplina e privação, mas ao contrário, é ter a segurança e tranquilidade de que podemos nos dar certos luxos e desejos sem comprometer o futuro.

Comunidade de Planejadores Financeiros
Luiz Fernando Schvartzman
Luiz Fernando Schvartzman Seguir

CEO e fundador do Vista Fintech, plataforma para planejadores financeiros

Ler conteúdo completo
Indicados para você